fbpx

A importância de um ambiente agradável em tempos de isolamento social

Durante o último ano, o surto de COVID-19 se espalhou por todos os continentes, impactando praticamente todas as famílias do planeta, causando grandes perdas econômicas e redução da interação física. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o isolamento social representa uma importante estratégia para prevenir o aumento de casos e óbitos pelo COVID-19, sendo uma maneira eficiente de evitar o contágio.

No entanto, o impacto psicológico da quarentena é um assunto sério e que deve ser considerado. Enquanto ficamos em casa para proteger a nossa saúde física e a de todos ao nosso redor, estudos mostram um aumento relevante de tópicos relacionados à ansiedade, pensamentos negativos, distúrbios do sono e depressão após o início dos períodos de permanência em casa.

Assim, é impossível ignorar a contribuição do isolamento social em ampliar os sentimentos de medo, os sintomas de ansiedade, a solidão e a depressão. Os seres humanos são seres sociais, independentemente da nacionalidade ou origem cultural, e manter o isolamento por um longo período pode criar sofrimento psicológico significativo. O fardo econômico da pandemia, com milhões de empregos perdidos, o aumento da pobreza e da desigualdade podem acentuar esses sentimentos, criando um cenário de desolação do qual pode ser difícil se esquivar sozinho em casa.

Neste sentido, a nossa casa pode ser uma chave importante para manter a saúde mental. No centro das novas conversas que surgem sobre saúde mental está o efeito do ambiente em nosso bem-estar. Ter o cuidado de repensar os espaços de nossa casa é um passo importante para ver como um ambiente agradável nos afeta. De pequenos ajustes a uma reforma total, a casa pode passar de uma fonte de estresse ou isolamento em um santuário de calma e conforto.

Neste artigo, vamos falar sobre a importância de um ambiente agradável para manter a saúde mental em tempos de isolamento social e dar dicas de como deixar a sua casa ainda mais confortável. Confira a seguir:

O impacto de um ambiente agradável na saúde mental

A mente e o corpo humano estão interligados e podem ser afetados por muitas coisas, incluindo o ambiente em que você vive. Um lar com ambiente agradável e pacífico pode criar uma sensação maior de bem-estar do que uma casa desordenada e caótica. Até a cor das paredes e dos móveis pode afetar sua saúde mental, sendo que diversos estudos já demonstraram que a cor pode afetar o humor, o comportamento e até mesmo a função cognitiva de uma pessoa.

Faça este exercício: preste atenção em como você se sente ao mover-se pelo espaço de um cômodo para outro. Onde você passa seu tempo? Como você reage olhando e vivendo em seu espaço? Da altura do pé direito à presença de plantas, aspectos sutis podem melhorar o humor, o foco e aliviar a ansiedade. Os humanos respondem intuitivamente a ambientes que promovem produtividade, intimidade e eficiência.

Por isso, vamos conferir algumas dicas de como deixar sua casa mais confortável.

Dicas de como criar um ambiente agradável

Ressignifique ambientes

Os efeitos que nossas casas têm sobre nós são profundamente definidos pela maneira como as usamos e vivemos dentro delas. A maioria de nossas casas são muito separadas por função, e a maior parte do nosso tempo não é gasto em espaços designados para receber pessoas, como uma sala da frente, mas na cozinha e no escritório. Em vez disso, espaços grandes e não usados ​​projetados para funções sociais promovem o isolamento, pois essas áreas isoladas acabam se transformando em amontoados de móveis pouco utilizados que são uma lembrança permanente da sensação de afastamento.

É normal termos espaços ociosos dentro de casa. Então, que tal ressignificar estes cômodos para criar um novo ambiente agradável dentro de casa? Transforme aquele canto de pouco uso em um novo espaço para leitura, uma mesa para jogar ou praticar seu hobby favorito, realizar exercícios físicos, ou até mesmo um cantinho tranquilo para escutar música ou praticar meditação. Vale até mesmo usar o espaço da sacada e floreiras para criar um novo jardim ou horta!

Renove seus ambientes

Renovar os ambientes é mais fácil do que parece. Tire um tempo para planejar como você pode reorganizar os móveis de casa para tornar o espaço disponível mais funcional, posicione assentos perto das sacadas e janelas para aproveitar melhor a vista e a luz do sol, ou invista em novas peças para deixar os seus ambientes ainda mais agradáveis.

Para quem está pensando em repaginar os ambientes, fica uma dica: ao trazer novos móveis, queremos trazer novos sistemas de vida e de uso. Uma estante ou prateleiras podem ser uma ótima maneira de liberar espaço no chão e organizar os seus pertences, oferecendo amplo espaço para livros e objetos de significado e beleza.

Planeje seus ambientes lembrando o exercício de se mover pela casa, pense na importância de conseguir se mover livremente em espaços abertos, e veja seus móveis como um tesouro – e não um obstáculo. A importância dos bens é conhecer e valorizar plenamente seu uso e lugar em nossa casa. Nossa casa é um espaço para respeitarmos, personalizarmos e floresceremos com ela.

Tire de casa o que não faz bem

Muito do que torna um espaço abafado e confinado não são paredes apertadas e tetos baixos, mas seus móveis. Uma casa clara e aberta é um reflexo natural de uma mente clara e aberta. Priorizando objetos de beleza, função e significado dentro de sua casa, você pode manter o espaço mais organizado e criar um ambiente agradável para melhorar a saúde mental e bem-estar da sua família.

Dê novo uso aos seus móveis

No entanto, não estamos falando para jogar fora todos os móveis ociosos ou antigos. Móveis com valor sentimental não devem ser jogados fora por uma questão de renovação. Na verdade, eles podem ser essenciais para dar individualidade a um espaço. As peças de mobiliário mais antigas que você teve por anos podem ganhar uma nova vida quando reinterpretadas dentro do espaço, e mesmo itens comuns que você realmente gosta são itens importantes para agregar no ambiente.

Uma dica para aproveitar estes artigos e atualizar o visual ao mesmo tempo é renovar as peças. Seja com a aplicação de uma nova pintura, personalização com adesivos ou até mesmo a sofisticação do móvel com o uso de frisos decorativos, você pode transformar as suas peças mais queridas em artigos de destaque na decoração.

Inclua itens que te deixam feliz

São as pequenas coisas em sua casa que realmente dão aquele ambiente aconchegante. Não há nada de errado em comprar coisas que você gosta para a sua casa – e esta também é uma excelente oportunidade para ser criativo. Você pode instalar uma arte diferente na parede, por exemplo, ou escolher uma capa almofada com uma inscrição divertida em uma cor incomum. Seja o que for, se melhora o seu humor, compre ou faça você mesmo.

Mantenha o seu lar organizado

Uma ótima maneira de aproveitar ao máximo o seu novo espaço é ter sistemas que facilitem a organização, a arrumação e a recompensa. A limpeza pode ter efeitos terapêuticos e fortalecedores na psique, enquanto já foi comprovado que um ambiente desordenado drena energia e impacta negativamente em nosso humor geral e autoimagem. O espaço ao nosso redor reflete o cuidado que temos por nós mesmos, assim como o estado de nossa saúde mental. Uma casa organizada ajuda a manter a mente saudável!

Use as cores ao seu favor

Assim como o uso do design de interiores para promover saúde mental é algo que remonta a milhares de anos, a cromoterapia (também conhecida como medicina das cores) é uma prática muito antiga, com uma história que remonta a séculos. Existem pesquisas que indicam que alguns espectros de cores podem até mesmo afetar diferentes partes do corpo! Seus efeitos físicos e mentais são essenciais.

Isso significa que você deve pintar todo o seu apartamento em tons ofuscantes de amarelo para estimular a energia? É claro que não. Mas adicionar algumas pinceladas de cor nos ambientes pode ajudar a criar a sensação certa que você precisa para conseguir relaxar, se divertir e criar um ambiente agradável para passar o tempo.

Para isso, é importante saber os principais efeitos das suas cores favoritas em nosso psicológico:

  •       Cores quentes como amarelo, vermelho e laranja são cores de paixão e energia. No entanto, elas podem deixar as pessoas agitadas, com fome ou até mesmo com raiva. Por isso, devem ser usadas com cautela, em pequenos itens de destaque.
  •       O roxo, em seus tons mais escuros, é dramático, rico e sofisticado. Pode dar profundidade a um esquema de design e está associado a luxo e criatividade. Tons mais claros de roxo, como lavanda, podem deixar um espaço tranquilo e calmo.
  •       O rosa, por outro lado, representa compaixão, carinho e amor e, dependendo do tom, pode tornar um ambiente divertido, feminino e aconchegante.
  •       Verde é a cor da natureza. Considerada a cor mais repousante para os olhos, o verde pode passar uma sensação de calma e segurança quando usado em design de interiores. Verde simboliza crescimento, harmonia, frescor e fertilidade e geralmente faz as pessoas se sentirem emocionalmente seguras.
  •       O azul está associado a confiança, lealdade, sabedoria e inteligência. O azul desacelera o metabolismo e tem um efeito calmante, por isso é considerado benéfico para a mente e o corpo quando usado em casa.

Ajude alguém a passar por este momento de isolamento social! Envie este conteúdo para que mais pessoas possam saber a importância de um ambiente agradável em tempos de isolamento social.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Você receberá o catálogo após preencher seus dados.

Você receberá o catálogo após preencher seus dados.

Você receberá o catálogo após preencher seus dados.

Você receberá o catálogo após preencher seus dados.

Você receberá o catálogo após preencher seus dados.